Como a Aprendizagem Gerencial Influencia as Políticas e Práticas de Gestão de Pessoas? ## How does Management Learning Influence People Management Policies and Practices?

Maria Sibilla Dieckmann Siqueira, Gleberson de Santana dos Santos

Resumo


Resumo

A aprendizagem tem sido alvo de estudos no âmbito organizacional para se entender a formação de lideranças e estudar o potencial da gestão de pessoas como propulsores de vantagem competitiva. Dessa forma, este trabalho propõe investigar como a aprendizagem gerencial influencia nas políticas e práticas de gestão de pessoas (GP). Trata-se de um estudo de caso realizado numa rede de cosméticos localizada na região sul do Rio Grande do Sul. Metodologicamente, este trabalho se classifica como descritivo de abordagem qualitativa. Como instrumento de coleta de dados utilizou-se o roteiro de entrevista semiestruturada. As entrevistas foram realizadas com informantes chaves, a gestora da unidade, a líder responsável pela gestão administrativa e a líder responsável pela gestão de recursos humanos. Conclui-se que a gestora da unidade utilizou formas de aprendizagens tanto formal como informal; sua vida é permeada de conhecimentos explícitos e implícitos. Constatou-se ainda que sua aprendizagem influenciou e continua a influenciar nas políticas e práticas de GP por meio de adoção de estratégicas baseadas em suas experiências acadêmicas e de vida. O estudo revelou que a aprendizagem de habilidades gerenciais ocorre, sobretudo, com as experiências que vivenciam, não somente aquelas que por algum motivo foram marcantes, mas também por meio de atividades corriqueiras. As gestoras demonstraram flexibilidade para novos conhecimentos e experiências, assim como abertura às mudanças, evidenciando que a busca de alternativas para a solução de problemas está pautada na inovação e a criatividade.

 

Abstract

Learning has been the subject of studies at the organizational level to understand the formation of leaders and to study the potential of human resources as drivers of competitive advantage. Thus, this work investigates how managerial learning interferes and / or influences people management policies and practices (GP). This is a case study carried out in a cosmetics chain located in the southern region of Rio Grande do Sul. Methodologically, this work is classified as descriptive with a qualitative approach. As a data collection instrument, the semi-structured interview script was used. As a technique, they were transmitted with key informants, a unit manager, leader responsible for administrative management and leader responsible for human resources management. It is concluded that a manager of the unit uses forms of learning, both formal and informal; his life is permeated with explicit and implicit knowledge. It was also found that their learning influences and continues to guide GP policies and practices through the adoption of strategies based on their academic and life experiences. The study also revealed that the learning of managerial skills occurs, above all, with the experiences they experience, not only the one that for some reason was remarkable, but also through common activities. The managers demonstrated flexibility for new knowledge and experiences, as well as openness to changes, showing that the search for alternatives to solve problems is based on innovation and creativity.


Palavras-chave


Aprendizagem Gerencial. Gestão do Conhecimento. Gestão de Pessoas. Políticas e Práticas de Gestão de Pessoas. Management Learning. Knowledge Management. People Management. People Management Policies and Practices.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17648/aos.v9i2.910

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Classificação Qualis CAPES - B3 (Administração, Ciências Contábeis e Turismo)

B4 (Interdisciplinar)

ISSN: 2238-8893