JORNALISMO ALÉM DAS FRONTEIRAS: A COBERTURA DA ELEIÇÃO BRASILEIRA PELA IMPRENSA INTERNACIONAL

Eduardo Ritter, Helena da Rocha Schuster

Resumo


O presente artigo é resultado de uma pesquisa guiada pela metodologia de Análise de Conteúdo, que investiga como foi a cobertura jornalística do resultado das eleições presidenciais brasileiras de 2022 pela imprensa internacional. Para isso, foram analisados 33 textos de quatro grandes veículos de comunicação do mercado jornalístico mundial (The New York Times, The Washington Post, The Guardian e Financial Times). Do ponto de vista teórico, o trabalho discute aspectos do jornalismo internacional (NATALI, 2019), bem como observa questões relacionadas ao jornalismo político (RODRIGUES, 2021; MARTINS, 2013). Os resultados apontam que a imprensa internacional demonstrou grande preocupação em cobrir a disputa presidencial, dando preferência para produção original de conteúdo multimídia, adotando abordagens amplas e integradas a diferentes acontecimentos com o objetivo principal de informar a população estrangeira sobre as causas, consequências e impactos da decisão das urnas brasileiras.


Palavras-chave


Jornalismo internacional. Eleições brasileiras. Jornalismo político. Mídia internacional. Análise de Conteúdo.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

A Revista Movendo Ideias está indexada nos diretórios e bases que seguem: 

                   

 


 

ISSN (on-line): 2675-3162
ISSN (impresso): 1517-199x